*Por Talita Scotto

Sob medida e sem nenhuma dispersão! Ter uma revista customizada, ou seja, uma publicação impressa ou online com a marca da sua empresa pode ser a grande “sacada” para conquistar uma comunicação mais objetiva, personalizada e interessante para o seu público/leitor.

 

Mesmo que a era da internet, das redes sociais e da comunicação rápida pelo WhatsApp, ter revistas customizadas ou informativos sob medida pode ter uma boa estratégia para sua comunicação.

 

Em um mercado concorridíssimo, chamar a atenção do seu cliente, atrair novos negócios, despertar interesse e se tornar referência no assunto são alguns dos resultados que as revistas customizadas oferecem às empresas que optam por investir nesta ferramenta.

 

As revistas customizadas são capazes de criar vínculos com clientes e parceiros, fortalecer a imagem da empresa, facilitar a compreensão das mensagens que a marca deseja passar e otimizar investimentos em comunicação. Além disso, também podem ser ótimas pedidas para feiras, eventos, congressos e ocasiões que precisem de uma comunicação exclusiva para o público.

 

De acordo com estudos sobre os efeitos das revistas customizadas nos consumidores, realizado pela APA – Associações das Agências de Publicações da Inglaterra, as revistas customizadas aumentam em 32% a fidelidade da marca, além disso, o editorial publicado nas revistas melhora a imagem da empresa em 9%, mais de 44% tem boas experiências com as revistas customizadas e 61% fez ou faz visitas a marca, empresa ou estabelecimento, sendo que 51% compram algum produto.

 

A pesquisa foi realizada em 2005 e no Brasil, os últimos cinco anos foram expressivos para o setor, que sentiu o “boom” das revistas customizadas surgirem no mercado.

 

Grandes empresas já fazem uso das revistas customizadas como ferramenta de marketing, é o caso de algumas companhias aéreas brasileiras, que não só utilizam o canal como ferramenta de divulgação, mas também envolvem o público-alvo nas revistas, publicando suas viagens, opiniões, passeios e dicas de roteiros.

 

Este é só um exemplo de como as revistas customizadas podem fidelizar e agradar o público-alvo.

 

Revistas customizadas: da ideia a impressão

 

Antes de definir o projeto editorial, agência e cliente devem traçar pontos importantes para definir o que dará “vida” a esta revista, como: objetivo da publicação, stakeholders (público-alvo, como clientes, parceiros, fornecedores, colaboradores, prospects, fornecedores e interessados na marca/empresa), analisar a necessidade de realizar pesquisas de público para identificar interesses, expectativas, sexo, faixa etária, escolaridade, hábitos de leitura, etc.

 

É válido também estabelecer um conselho editorial e um canal de comunicação direto com o público/leitor para estreitar ainda mais o relacionamento.

 

Após cumprir a primeira missão, é hora de partir para as características do projeto editorial e definir: formato (impressa, web, tablets e smartphones), tamanho, periodicidade da revista (mensal, bimestral, trimestral ou mesmo semestral), número de páginas, seções, projeto gráfico, distribuição e comercialização (se houver espaço para publicidade).

 

Muitas empresas imaginam que as revistas customizadas são ferramentas para grandes companhias ou que o investimento é alto, porém, quando bem planejado, há projetos para pequenas e médias empresas que conseguem fidelizar clientes e potencializar o nome entre consumidores e setor de atuação.

 

Com o público-alvo e projeto definido é hora de comunicar com mais eficiência e falar diretamente com o grande triunfo da sua empresa, o cliente!

 

*Talita Scotto é sócia-diretora da Agência Contatto

 

Se você deseja mais informações sobre publicações customizadas ou projetos de conteúdo, entre em contato abaixo!

 




 Se 

  • Post Category:Blog
Fechar Menu
Free WordPress Themes, Free Android Games